Tags

Fonte: Archives of General Psychiatry, Volume 67, Number 5, 2010, Pages 440-447

Um estudo publicado no periódico Archives of General Psychiatry investigou a associação entre uso de maconha e o desenvolvimento de psicose. Foram avaliados o uso de maconha e três resultados de psicose relacionados (psicose não afetiva, alucinações e escore de delírios de Peters et al) durante 21 anos de seguimento. Os casos foram pareados com irmãos, de forma que foram formados 228 pares de irmãos. O intervalo de tempo desde o primeiro consumo de cannabis foi associado com todas as 3 psicoses estudadas. Para aqueles com intervalo desde o primeiro uso cannabis de 6 ou mais anos, houve um aumento significativo do risco de (1) psicose não afetiva (OR 2,2; IC 95%, 1,1 a 4,5), (2), maior quartil do escore de delírios de Peters et al (OR 4,2; IC 95%, 4,2 a 5,8) e (3), alucinações (OR 2,8; IC 95%, 1,9 a 4,1). Em pares de irmãos, intervalo desde o primeiro consumo de cannabis e maior pontuação no escore de delírios de Peters et al permaneceu significativamente associado. A pesquisa concluiu que o uso precoce da cannabis está associado a psicose em adultos jovens. O consumo de cannabis precoce é um fator de risco modificável Para o desenvolvimento de psicose em adultos jovens.

© Bibliomed, Inc.